Jornada Pedagógica

No dia 26/05/2012, os professores do Centro Educacional Pinheiros participaram da Jornada Pedagógica promovida pelo Sistema de Ensino Dom Bosco, no Hotel Guanabara Palace.

Com o tema 2012, Ateliê de Talentos Docentes, foi dada as boas Vindas do Sistema de Ensino Dom Bosco e feito a reflexão do vídeo-tema 2012 –  Ateliê de Saberes.

A palestra geral na parte da manhã abordou o tema “O talento docente na cibersociedade”.

Na parte da tarde os professores se dividiram de acordo com o segmento.

* Educação Infantil – Roda de conversa:Potencializando aspectos cognitivos, afetivos, artísticos e motores da aprendizagem, com a Profª Debora Bacchi Camilo

* Ensino Fundamental I – Roda de conversa: Professor estrategista de aprendizagens com Elizete Matos

* Ensino Fundamental II e Ensino Médio - Roda de conversa: A perspectiva da neurociência para o ato de educar e aprender, com a Profª Elizabeth C. da Veiga

* Idiomas – Língua estrangeira: Qualidades e práticas do professor de língua estrangeira, com Flávio
Barreto

Veja as fotos:

Jornada Pedagógica 2012
3 photos
 



Agradecemos ao Sistema Dom Bosco e parabenizamos pelo evento!

JORNADA PEDAGÓGICA 2011

No sábado, 28/05, um grupo de professores participou de uma Jornada Pedagógica oferecida pelo Sistema de Ensino Dom Bosco. Faz parte da filosofia de formação continuada dos professores. O evento aconteceu no Hotel Windsor da Barra e foi extremamente importante. A recepção foi maravilhosa! A palestra do Professor César Nunes foi combustível para nossa profissão, que ultimamente em nosso país tem sido tratada com pouco caso.

(Profª Elane, Valéria, Coord.Márcio, ProfºDr César Nunes, Profª Janete, Rosilda e Sueli)

O tema da palestra geral foi: Educação Emancipadora: humanizar os saberes e educar os afetos – Prof. Dr. César Aparecido Nunes

Discute as matrizes teóricas e marcos institucionais da educação e da escola no Brasil. Investiga as contradições políticas e sociais da organização da escola e do manejo do trabalho pedagógico na sociedade globalizada. Analisa o papel do professor na ação educacional e política. Articula os papeis da escola e da sociedade na construção de parâmetros éticos, estéticos e políticos emancipatórios. Debate a educação tecnológica e a formação humanista clássica. Propõe perspectivas de superação da tradição autoritária pela construção coletiva de diretrizes administrativas e pedagógicas libertadoras na atual organização dos saberes e dos espaços pedagógicos e escolares. Analisa os elementos da representação de desumanização na sociedade atual, a crise de valores e a mercantilização do corpo. Apresenta prospectivas para a educação e a escola emancipatória, que produzam nova consciência social e política, cultura de participação e gestão democrática e reorganização do espaço pedagógico em vista da humanização.

A oficina  para Ensino Fundamental II e Ensino Médio teve como tema: O uso de múltiplas linguagens nas práticas de ensino: um desafio à formação docente. Participaram dessa oficina o coordenador Márcio d’ Alegria, as professoras de linguagens Janete Cardoso, Rosilda Correa e a professora de  história Elane Cerqueira.

As diferentes linguagens permitem vivenciar, na sala de aula, a emoção, a sensibilidade, a compreensão e a produção dos conhecimentos, pois “ todo conhecimento é autoconhecimento”.(Santos, 2004). A atuação do docente, enquanto especialista de determinada área de saber, precisa refletir – fazer reflexão / ser reflexo – de seu estar no mundo, porque ensinar é ato situado em âmbito histórico-social. Esta oficina pretende demonstrar alguns caminhos para a prática docente por meio do uso de múltiplas linguagens, a fim de que mente e coração estejam juntos em poética intimidade.

Oficina para professores de Inglês e Espanhol : Um olhar sobre o Ensino de Línguas Estrangeiras, teve a participação das professoras Sueli Moreira e Valéria Cristina.

Questões relacionadas ao pluralismo cultural e à educação internacional despertam grande curiosidade e interesse no ensino de línguas estrangeiras. Nesta oficina, faremos uma breve reflexão sobre os novos papeis e as novas responsabilidades de um professor de Língua Estrangeira na perspectiva da linguagem como eixo do currículo. O conhecimento, a apreciação e o respeito por outras culturas acarretam na maior responsabilidade do professor por suas escolhas e práticas. Neste cenário ainda encontramos a valorização dos professores, dos alunos e dos contextos de aprendizagem.

Verdadeiramente valeu a pena!

Post Popularity 0.41%  
Popularity Breakdown
Views 1.64%  
Comments 0%  
Retweets 0%  
Facebook Likes 0%